8 de fevereiro de 2017

Dica de como organizar a sua vida: O que é e como fazer um Bullet Journal?

         

   Se você tem muitas tarefas para fazer durante a semana e fica perdido(a) às vezes, ou esquece algum compromisso, ou se você precisa de organização na sua vida, ou se sempre teve o costume de fazer listas, ou ama usar papel e caneta, esse post é para você.
Foto: Reprodução / Success Aesthetics
                   O Bullet Journal é um tipo de um diário, e foi criado para montar planejamentos, registrar ideias e coisas para fazer. Ele é mais que uma agenda, pois você vai escrevendo conforme for passando os dias, e visualiza melhor seus planos.
          Ryder Carrol foi o idealizador desse sistema papel-caneta, visando produtividade e organização. O Bullet Journal pode ser a sua lista de "coisas para fazer", pode ser um caderno, um sketchbook, um diário, ou todos eles juntos. A linguagem que ele é escrito é através de Rápidos Registros de dados (Rapid Logging), ou seja, tópicos e listas. Assim, você economiza tempo e esforço. Um dos objetivos de ter um Bullet Journal, é deixar a tecnologia de lado, e voltar a usar mais papel e caneta. 

Como fazer um Bullet Journal?

         Primeiro você precisa de um caderno, e é importante que seja qualquer caderno de sua preferência. A maioria das pessoas que utiliza esse sistema (os Bullet-journalist), costuma usar cadernos tipo moleskine sem pauta, ou pontilhado ou quadriculado (para facilitar traçar linhas). Além disso, costumam usar canetas fine line tipo stabilo, e para isso também não tem uma regra. Use a caneta que quiser. Lembrando que se você usar grifa-textos, use canetas que não borram. Uma dica é usar canetas nankin, pois elas são waterproof (a prova d'água) e não vão borrar o seu caderno e nem marcar o verso da folha. Outra dica é: não usem marcadores permanentes, eles sim vão borrar o verso da folha e estragar a beleza do seu bullet journal. Então, fique ligado(a) com o tipo de caneta, para não borrar o seu caderno.



1) Tópico e Número de páginas

             Em cada página inicie com um tópico no topo, por exemplo, o nome do mês. E não esqueça de numerar a página.

2) Bullets: Tarefas, Eventos, Notas, Símbolos adicionais

         Para facilitar a visualização da tarefa a ser cumprida, existem os Bullets (simbolos que vem antes da tarefa). Eles servem para dividir as tarefas, compromissos, e grau de importância.
         Na primeira folha você pode fazer uma capa, e na próxima monte a sua própria legenda. A legenda serve para você não se perder nos Bullets, caso você esteja começando o seu "BuJo" agora. No site oficial são sugeridos alguns símbolos, mas você pode criar os seus.     
À esquerda, legenda do meu bullet journal. À direita, legenda original, de acordo com o site Bullet Journal.

Tarefas: Ex.Limpar o quarto ou Estudar Inglês.
Eventos: Ex.Aniversário da Julia, ou Café com as amigas.
Nota: Trechos de livros ou musicas, ou ideias e comentários.
Inspiração: Geralmente vem junto com uma nota, e pode ser Boas ideias, mantras.
Explorar: Representado por um olho, é algo que precisa de mais informação.

3) Modulos: Indice, Future Log, Monthly Log+ Task Page, Daily Log.

                Depois da legenda deixe duas paginas para o Índice. Nele você vai colocar o tópico e o numero da pagina, por exemplo: Fevereiro: 3-6, ou Calendário:1.
                Logo em seguida faça o Future Log, que é a visualização do ano. Faça o calendário de cada mês e deixe um espaço para notas e tarefas a longo prazo, ou datas marcadas para meses depois.
                 O Monthly log é a visualização do seu mês. No topo da página escreva o nome do mês e abaixo faça uma linha vertical com os dias. Na frente de cada dia coloque a inicial do dia da semana (2 S= Dia dois, segunda-feira). Na próxima página faça a sua lista de Tarefas (task) para o respectivo mês, usando os Bullets que você criou e escreveu na legenda. Você pode também deixar uma página inteira somente para um tópico de tarefas, por exemplo: Ideias para o Blog, ou Finanças.
               O Daily Log é a visualização do seu dia. inicie a página com o número do dia e o dia da semana e abaixo coloque as suas tarefas diárias, sempre utilizando os símbolos, numerando as páginas e atualizando o índice.

4) Migração

         A Migração é quando você não cumpriu certa tarefa, e a reagendou para outro dia. Por exemplo: No dia 2 você colocou uma tarefa, mas adiou para a semana seguinte. Coloque o simbolo nela de reagendada (>), e no dia 7, data que ela foi reagendada, repita a tarefa e coloque o simbolo (<), que significa que é uma tarefa antiga.
        Você também tem a opção de migrar tarefas agendadas e eventos. Quando você estiver configurando um novo mês, migre todos os itens programados para esse mês do seu Future Log para o seu novo registro mensal. Itens agendados são colocados na página do calendário do Monthly Log.
              Pode parecer muito esforço ter que reescrever itens, mas isso é intencional. Este processo faz você pausar e considerar cada item. Se uma tarefa não vale o esforço para reescrevê-la, então provavelmente não é tão importante. Livre-se disso. O objetivo da migração é filtrar as coisas que realmente valem o esforço, tomar consciência dos nossos próprios padrões e hábitos e separar o joio do trigo.

Concluindo...


          No ínício, os Bullets Journals podem parecer complicados, mas conforme você for pesquisando e montando o seu, você vai ver que eles vão facilitar a sua vida. Não importa se você não sabe desenhar, ou não é tão caprichoso(a), o importante é você se organizar e entender o que está ali escrito. Também não precisa seguir à risca os layouts originais. Faça de acordo com a sua criatividade e imaginação, e o que estiver sentindo. No Bullet Journal vale tudo, pois é um documento pessoal e ele precisa ter a sua cara.

         Dica: No Pinterest tem várias inspirações para o seu Bullet Journal. Dá uma passadinha por lá que você vai ficar super inspirado (a)! Além disso, tem o site oficial em inglês, onde tem muitas dicas também. #BuJo

           Me conta aqui nos comentários se você já tem um Bullet Journal ou se você vai começar um!



Leia também:

A arte de fazer Journals

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário! ;)